Rosa

A cantora e compositora Rosa Morena Russa faz uma musica que anda juntos com a pulsação da época, um som urbano multicultural, um produto da diáspora da cidade européia contemporânea. Ela cria uma mistura única cultural entre Brasil e Leste Europeu, inventa um novo estilo musical “bossa russa nova” e consegue “uma combinação genial entre as melodias cantadas no estilo russo romântico com os ritmos do samba e da bossa nova” – LANDESZEITUNG

O segredo desse sucesso é uma espantosa autenticidade da musicista dentro das varias culturas e idiomas, o resultado das longas pesquisas e permanências no Brasil.

Rosa nasceu na Rússia numa família de músicos eruditos, também ligados a musica judaica pela proveniência. Ela cresceu na Ucrânia e Alemanha e entrou no palco ainda na infância, fazendo tournée na Europa com um teatro musical infantil. Quando cresceu, ficou hipnotizada pela beleza da musica brasileira e foi morar no Rio de Janeiro, bebeu do samba e do choro bem na fonte e tentou aprender o máximo possível sobre essa singular cultura musical.

Todas essas experiências musicais multiculturais desaguaram em 2013 no primeiro álbum „Está ficando Russo“ (DaCasa Records/Galileo MC) que foi muito elogiado pela imprensa alemã e russa (naquela época surgiu o termo bossa russa nova denominado pela imprensa). A renomada revista alemã do jazz JAZZTHETIK designou as musicas como “as pequenas obras-primas, cativantes da mesma forma, com qual normalmente se destacam os clássicos” e o MAGDEBURGER STADTMAGAZIN como “uma perfeição de uma mistura multicultural”.

Depois de uma longa fase de reflexão e pesquisa, vem o novo álbum da compositora “Trick – Trague” com o lançamento previsto para abril de 2019. Dessa vez o álbum foi gravado no Rio, Hamburgo e Berlim e inclui um amplo círculo de assuntos, de idiomas e de estilos. Entre eles está um maracatu, uma cantiga judaica de Moldávia arranjada como bossa nova e uma oração ás águas, feita na base de Ijexá e um spiritual judaico ao profeta Jonas, um ato bem provocativo, levando em consideração o rigoroso recuso das religiões politeístas dentro do judaísmo.

No palco a banda internacional Rosa Morena Russa (DE/UA/BRAZIL/CUBA/US) foi repetidamente destacada pela imprensa por uma apresentação cheia de improvisação e profundeza musical.